Tags

, ,

Sua vida é uma maravilha, mano. Sexta-feira, uisquinho ou cachaça, balada, jantar em restaurante ou pizzaria, sexo, musiquinha maneira, jaz, bossa nova, pagode, arrocha. Vidinha classe A, B, C ou D, mas cheia de grandes ou pequenos poderes!

Servidão moderna

Servidão moderna

No som do carro, Gonzaguinha leva o “Tudo vai bem, tudo legal / cerveja, samba”, mas você ouve só com os ouvidos. Pra que gastar cérebro, né mermo? Pequenas reclamações com o trânsito travado, mas você ri.

Porque, apesar dos problemas, tudo vai melhorar, a esperança é a última que morre mesmo. Na sua vida quem manda é você, e isso basta, né não? Compra as roupas, o chiclete e o cigarro que quer.

Eis que tu é um cara ou uma mina livre, como falam os gaúchos na segunda pessoa inviesada. Comprou até um carrinho pra lá de esperto. Salve cidadão, eleitor e proprietário de suas coisas.

Sua servidão é coisa do passado, da história dos senhores feudais. Agora você pode ter tudo que a publicidade mandar comprar, que o Estado declarar legal, que o teu salário permitir e teus pequenos deuses não declararem pecado. Parabéns!

Servidão ☂
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
A servidão é o status legal e econômico dos camponeses (“servos”) no feudalismo, especialmente no âmbito do sistema econômico da “senhoria” (direitos feudais sobre a terra). Os servos são trabalhadores rurais que estão vinculados à terra, formando a classe social mais baixa da sociedade feudal.

Origem: Dicionário online de português
s.f. Estado do servo, do escravo.
Escravidão.
Privação da independência ou da liberdade.
Cativeiro, sujeição, dependência.

Origem: Central jurídica
Servidões prediais são as restrições às faculdades de uso e gozo que sofre a propriedade em benefício de alguém; é o direito real constituído em favor de um prédio (dominante), sobre outro prédio (serviente), pertencente a dono diverso (Lafayette); é um direito real de fruição ou gozo de coisa imóvel alheia, limitado e imediato, que impõe um encargo ao prédio serviente em proveito do dominante.

Comportamento Geral
Gonzaguinha

Você deve notar que não tem mais tutu
e dizer que não está preocupado
Você deve lutar pela xepa da feira
e dizer que está recompensado
Você deve estampar sempre um ar de alegria
e dizer: tudo tem melhorado
Você deve rezar pelo bem do patrão
e esquecer que está desempregado
Você merece, você merece
Tudo vai bem, tudo legal
Cerveja, samba, e amanhã, seu Zé
Se acabarem com o teu Carnaval?
Você merece, você merece
Tudo vai bem, tudo legal
Cerveja, samba, e amanhã, seu Zé
Se acabarem com o teu Carnaval?
Você deve aprender a baixar a cabeça
E dizer sempre: “Muito obrigado”
São palavras que ainda te deixam dizer
Por ser homem bem disciplinado
Deve pois só fazer pelo bem da Nação
Tudo aquilo que for ordenado
Pra ganhar um Fuscão no juízo final
E diploma de bem comportado
Você merece, você merece
Tudo vai bem, tudo legal
Cerveja, samba, e amanhã, seu Zé
Se acabarem com o teu Carnaval?
Você merece, você merece
Tudo vai bem, tudo legal
Cerveja, samba, e amanhã, seu Zé
Se acabarem com o teu Carnaval?
Você merece, você merece
Tudo vai bem, tudo legal
E um Fuscão no juízo final
Você merece, você merece
E diploma de bem comportado
Você merece, você merece
Esqueça que está desempregado
Você merece, você merece
Tudo vai bem, tudo legal

Anúncios