Tags

, , ,

Quando estamos na zona de conforto nada amedronta, vivemos sem sobressaltos e levamos a vidinha numa boa. Mas isso é muito pouco, né não? Afinal, existirmos a que será que se destina, Caio Fernando Abreu? Nos primos quase irmãos amor e amizade é a mesma coisa.

A vida em preto e branco, Pleasantville

A vida em preto e branco, Pleasantville

Inconscientemente nos aproximamos da maioria das pessoas por comodidade, porque elas são muito parecidas com a gente, têm lógicas parecidas e não nos põem na cara a sensação de diversidade. Nada pra contrariar nossa vontade soberana nem pentelhar o juizo, que ninguém é de ferro, nem questionar nossas verdades definitivas. Quantos amigos chamamos irmãos por isso?

Nas relações amorosas, quase sempre, é assim também. Queremos sempre a outra metade, como se de fato a medicina houvesse partido ao meio o bebê ao nascer. Quantos amores são perdidos por incompatibilidade de gênios…

Amor da minha vida
Daqui até a eternidade
Nossos destinos
Foram traçados na maternidade
Exagerado, Cazuza 

Ela é organizadíssima, mas o cara é banda-voou, toma decisões de sopetão, nunca pensa no que aquilo vai dar.

Ele não bebe álcool, controlado como uma virgem, já ela toma todas, fica bêbada, é exagerada como a música.

Casais ou amigos impossíveis a olho nu.

Brincadeiras em dupla

Rotina de pernas pro ar

Amores em vai-e-vem, que brigam, separam-se, desapaixonam-se, amam-se de novo, sempre como se fosse o primeiro dia. Assim como amigos que se distanciam, xingam-se algumas vezes, mas que não vivem um sem o outro. Os motivos não tão ocultos assim dessas duplas inusitadas são geralmente os mesmos.

Diversidade, crescimento, aprendizado, novidade, rotina de pernas pro ar.

Claro, há os que preferem a zona de conforto lá do começo. Viverão juntos para sempre como se fossem irmãos siameses. A rotina vai estar nas suas vidas todo dia, um dizendo “sim” pro outro como duas bandas da mesma maçã.

Serão infelizes para a eternidade, mas quem há de reclamar de uma vida em preto e branco? Sem surpresas, o afeto vai endurecer como cimento e a argamassa ficará sólida e imune a tempestades. Já as novidades de todo dia, bye baby…

“Existem alguns lugares onde as estradas continuam”…

Anúncios