Tags

, , , ,

Kathleen Raven, tradução Marcos Venancio

Ferramentas para jornalismo digital

Ferramentas do jornalista digital

Sete anos atrás estão para escritores on-line como a era Mesozóica da anternet e das notícias. É quando o Online News Association, a organização que puxou o journalists.org para seu domínio, hospedou sua quinta conferência anual em Hollywood, Califórnia. Alguns destaques daquela conferência: “jornalistas on-line ainda lutam pela igualdade de acesso” e “presidente da AP diz que futuro de notícia é online”. Escolhi propositalmente esses temas para ilustrar o tamanho do progresso que fizemos. No entanto, há ainda mais mudanças … Hoje nós lidamos com algumas das mesmas questões. A ameaça do jornalismo automatizado, por exemplo, simplesmente não vai acabar.

Em alguns dias, estarei na conferência ONA 2011 como um membro da Redação do Estudante (Student Newsroom), fornecendo cobertura das sessões e produzindo atrações multimídia com outros colegas. Antes de embarcar no avião para Boston, pensei que agora seria um bom momento para refletir sobre um punhado de virtudes que, acho, são importantes para a ciência dos jornalistas digitais atualmente.

Transparência – Para melhorar a qualidade, robustez e relevância das suas histórias, jornalistas científicos devem tentar fornecer aos leitores alguns detalhes do seu processo de obtenção de notícias. Esses drops podem incluir: links permanentes para artigos de jornal (porque retrações ocorrem), nomes completos das fontes no artigo, links para quaisquer dados ou artigos anteriomente mencionados e até mesmo notas de rodapé em qualquer de conta que tenha sido feita. Assim como o processo científico, se outro jornalista quiser voltar e atualizar a história, ele / ela seria capaz de reproduzi-la.

Dados visuais – Um repórter que pretende divulgar notícias ou solicitar informações vai para Twitter, Facebook e outros sites de redes sociais para conseguir ajuda. Jornalistas digitais agora precisam dessas ferramentas tanto quanto do computador. Ferramentas de visualização de dados também devem ser um pré-requisito para a publicação de matérias ricas. Existem muitas opções, incluindo Google Fusion, sobre o qual pretendo escrever durante a conferência.

Qualidade profissional – A fim de criar narrativas significativas com visual interessante e vídeo e áudio, você não precisa ter uma linha de crédito aberta em um banco (embora tenha certeza que todos nós gostaríamos). Use as ferramentas que já possui, tal como o seu smartphone, apontadores digitais ou tablet. A notícia amelhor é que qualidade profissional pode ser alcançada seguindo duas regras simples: Preencha o vídeo com seu assunto e obtenha bom áudio. O número de aplicações gratuitas e softwares baseados na web para edição de vídeo e som são abundantes.

Fique atento ao ONA 2011 para novas atualizações. Siga no Twitter #ONA11.

Anúncios